12/30/2007

Bispa Soninha para Papa

A Bispa Soninha é candidata à prefeitura da Terra dos Tinhosos da Garoa. Entrou para o PeTê, e candidatou-se à vereadora. Era a candidata cool que não tinha vergonha de dizer que dava um tapa na pantera e tragava. Eu, como não me iludo com nada que seja cool, não sufraguei (hummmm) nela não. Aliás, jamais votaria em alguém que pertença a um partido perigoso como este. Desconfio de todos os políticos, sobretudo os cool. Desconfio de todos os que são considerados cool. Maria Chita, por exemplo. Aquele olhar blasé que ela faz cada vez que a comparam com sua mãe, é a forma mais imbecil de ser cool. Todo mundo sabe que ela é a cara da mãe e tenta imitar a todo momento os gestos da Pimentinha. A voz, óbvio, quanta diferença. Claro que a Elis cantou o filósofo bigodudo, João Tosco, Ivan eterno-corno Lins, o filho fanho do Sérgio Buarque , todas essas coisas ruins, mas a voz da pequenina cantora era do balacobaco. Bem, voltando aos políticos (argh!), o fato é que cool por cool (hummmmm), fico com o de Agnaldo Timóteo, um cool muito mais autêntico. Ele dá o cool pra todo mundo. Convenhamos, caros leitores, a Sonsinha trocou de partido para ser candidata, porém (ah, porém) tenho algumas questões que gostaria que a beckiana respondesse, baseado (olha a cannabis de novo aí, gentche!) nos acontecimentos:
1) Ok, Bispa, mudou de partido, mas continua concordando com o partido do mensalão? (lembram-se, leitores, que num passado longínquo houve mensalão no PêTê?)
2) Mudou para o PPS, ex-partido comunista (diz a lenda que a mudança de nome foi só para não confundir com comedores de criancinhas); pois então, Soninha, o PPS é do Roberto Freire e da Denise Frossard, que são absolutamente contra o Efelentífimo e seu partideco; como fica sua defesa deste mesmo partideco dentro do PPS?
3) Você só mudou de partido para concorrer à prefeitura ou por ideologiaa eu quero uma pra viver, ideologiaaaa, pra viver... mesmo? (Lembre-se que aqui em São Paulo o PPS apóia o capilarmente prejudicado)
Claro que ela não me responderá, já que ela nem sabe de minha existência, afinal não sou cool. Sou comunzinha, na minha, não participo de Saia Justa nenhum vomitando regrinha de como chegar a orgasmos múltiplos (tenho meus próprios orgasmos, que podem não ser tão múltiplos, mas são limpinhos sem precisar recorrer à Revista Nova eletrônica). Mas, o fato de saber com certeza que a moça não ganhará, já é um alento. Claro que corremos o risco de termos aulas bem piores de orgasmos múltiplos com a loura má, mas aí é outra história. É só colocar 567 vezes a frase famosa da mãe do Supla (by Kibeloco) num programete do PSTU que qualquer outro ganha dela, menos a Bispa Soninha, claro. Caso contrário, relaxaríamos, gozaríamos, fumariámos um depois do ato e virando para o lado diríamos: foi bom procê, amorzinho?

Um comentário:

Soninha disse...

1)Se concordasse mais do que discordasse do meu ex-partido, não teria saído.
2)Defendo qualquer um que eu ache que mereça ser defendido – é difícil alguém estar errado o tempo todo. Mesmo o meu ex-partido, outro adversário ou inimigo. Até o Agnaldo Timóteo, não sufragaria jamais. Eu criticava o governo Lula enquanto estava no PT; se achar que merece, defende-lo-ei.
3)A que prejuízo capilar você se refere? São vários os prejudicados potencialmente apoiados pelo PPS. Se for o Geraldo, por exemplo, estou fora. Foi um mau governador; por que seria um bom prefeito?
Mudei de partido porque perdi toda a esperança de que meu ex tomasse jeito, e porque o novo me cortejou dizendo que quer tomar jeito – e não se oferecendo como um partido lindo, perfeito, que não tem nada o que melhorar e que não tolera críticas.
Não sabia da sua existência, mas ninguém consegue ser desconhecido muito tempo na blogosfera. Aliás, tem coisa mais cool do que ter um blog debochado? Muito prazer, amorzinho.
Beijos múltiplos,
Bispa S.