2/10/2008

E por falar em saudade... onde anda você? (4)

Quanta saudade, quanta emoção, quanta lengalenga para dizer que eu gostava mesmo é do Chacrinha.

Onde anda você, Cláudio (aqui, no melhor estilo retirante feliz) Fontana (aqui, no melhor estilo envelheci, uso boné e me intelectualizei com a velhinha surda da Praça -Ferreira Gullar, o cacete)? Este rapaz compôs uma música (sic) chamada "O Homem de Nazaré", mas a que mais me delicia -apesar de nunca ter ouvido, é uma chamada "Estou amando uma garota de cor". Ele só não disse a cor da garota. Isso hoje, mano, dá cadeia, tá bom? A nossa ex-ministra pode estar encrencada com o cartão corporativo, mas ela disse que dá porrada em branquelo metido a besta. Onde já se viu falar assim com os afro-negões (by Casseta e Planeta)?

2 comentários:

Meg (Sub Rosa) disse...

Hahahahaha!
Hahahahah!
Marie, tenho um amigo que, não adianta é mais politicamente incorreto do que voc~e, do que eu, do que qualquer um, até agora.
E ele diz que não adiante os afro-dez sem dentes tugirem ou mugirem, segundo Darwin todo mundo veio da África.
E pára de fazer gozação comigo, ;-)))
Sou boazinha e não mereço, Marie, ma chérie;-)

Mas o Homem de Nazaré não é do Antonio Marcos?;-)
beijocas
M.

Marie Tourvel disse...

Pois é, Meg, acho que sou politicamente correta demis. Vou rever meus conceitos. O Antônio Marcos cantava a música, mas o Cláudio Fontana, essa beldade, é o criminoso, quer dizer, autor desta pérola. Marie também é cultura bananeira. Beijocas