3/23/2008

Mas que vai e vai, mas que vai e vem

Almoço de Páscoa com a família, é coisa nossa. Tia italiana velha e intrometida, é coisa nossa. Mas que vai e vai, mas que vai e vem. Mas que vai e vai, mas que vai e vem. Ouvir a voz do Silvio Santos enquanto almoça, é coisa nossa. Ouvir a voz do Lombardi, é coisa nossa. Mas que vai e vai, mas que vai e vem. Mas que vai e vai, mas que vai e vem. Mesa cheia de comidas estranhas, é coisa nossa. Sentir enjôo só de pensar em comer, é coisa nossa. Mas que vai e vai, mas que vai e vem. Mas que vai e vai, mas que vai e vem. O neto da tia italiana chegando tarde para o almoço, é coisa nossa. Esse mesmo neto levar um safanão na cabeça, é coisa nossa. Mas que vai e vai, mas que vai e vem. Mas que vai e vai, mas que vai e vem. Sentir-se um peixe fora d´água, é coisa minha. Pedir pra sair bem mais cedo do almoço, é coisa minha. Mas que vai e vai, mas que vai e vem. Mas que vai e vai. Mas que vai e vem.

Feliz fim de Páscoa a todos.

Adendo: Os mais antiguinhos vão saber cantar a musiquinha acima. Quem não entender nada, clique. Se ainda assim não entender, você faz parte daquela "moçada" -aprendi essa palavra hoje, que não soube o que foi ouvir nosso Silvio Berlusconi enaltecendo o homem que encantava cavalos.

4 comentários:

Shi disse...

Putitanga, cá estou eu no rol dos que conhecem a bendita musiquinha kkkkkkk Tô véinha, véinha, tsc... :-S
Bjão, boa semana!

Marie Tourvel disse...

Olha, Shi, querida, quando vejo essa "moçada" por aí que nem bem sabe quem foi a Araci de Almeida, fico até feliz que sou também véinha. Beijos

Nelson Moraes disse...

Mr. Coltrane / É coisa nossa / Mas que vai e vai, mas que vai e vem.

Marie Tourvel disse...

Ao mirante, meu ao mirante/ É coisa nossa. Mas que vai e vai, mas que vai e vem.
Bisous