4/09/2008

"Você pensa que sou tolo, mas estou só te olhando"

Vocês não querem saber como estou, não é? Teve uma reportagem sobre blogues no Estadão e todos os blogueiros importantes por lá entrevistados -que eu leio porque são excelentes, abominam o tipo de blogue que eu faço. Mas eu descobri uma coisa. Eu resolvi ter um blogue, não para ter milhares de leitores. Em primeiro lugar foi para exercitar a escrita, em segundo lugar para tentar sair da burrice -sei que não consegui, mas quem sabe um dia eu chego lá. E em terceiro -essa eu não esperava mesmo, foi involuntário, arrumar uma porção de amigos.
E para os importantérrimos blogueiros que deram entrevista pro Estadão, tasco uma música pra todos saberem a situação lindinha que estou vivendo no momento, por mais que debochem.
Ah, esse tempo. É um tempo aqui, é um tempo lá. Mas fazemos o nosso tempo, não é? De um jeito ou de outro igualaremos nossos tempos e não vai ter essa de já é tarde, muito tarde...


IRA - NÚCLEO BASE

12 comentários:

Rover disse...

Deixa eu ver se entendi: eles abominam o tipo de blogue espontâneo, honesto, bem humorado. Sem a preocupação de agradar leitores ou alistar claque. Mas que trata os leitores com uma doçura ímpar, além de ser livre pra escrever... eles abominam isso? Ah, então eu os abomino. Povo besta, rapá! Como diria aquela dupla, let it be.

Marie Tourvel disse...

Ei, meu querido Rodrigo. Você é demais, viu? É que o meu blogue é muito diarinho pra eles. Mas é tão bom ler o que você escreveu. Vou emoldurar esse seu comentário. Adorei. Ter leitores como você, já me basta. E o Seleta de Prosa é do balacobaco, viu? Beijos carinhosos pra você.

sôdoida disse...

Manazinha, aqui em Manaus a gente olha pra gente que fala besteira assim e pergunta: ô, tu num goza não, é? Tudo se resume a isso: falta de orgasmo que, a meu modesto ver, é alegria pura, um dos bons motivos pra se continuar vivendo. E blogar é viver, ora pois! E o blog da Marie é do balacobaco!!!! :-D
Esse povo pensa MESMO que, porque falta senso crítico a alguns pra eleger quem se tem eleito, tbm o falta para ler quem merece ser lido... Enfim!
Agora essa musiquinha, lembro de um "virundum" (tu sabe o que é isso, né? rs) meu - eu cantava a dita assim: eu tentei fugir, não queria me alistar, eu quero lutar, mas não tu é safadaaaa!!! :-| PENSE! Eu nunca cantava se tivesse alguma dama junto comigo... rs. O pior é que eu adoraava a música! :-D
Só um pedido: se vc decidir parar de blogar, me avisa, que eu vou aí e te dou uns cascudos, visse? rs. Eu ADORO vir aqui, venho mesmo qdo tô moooooorta de cansada, pq gosto de ler coisa boa, bem humorada, uma delícia!
Bjo, queridona!

Marie Tourvel disse...

Olha outro comentário pra ser emoldurado... Ah, Shi, são amigas como você que faz com que eu vez ou outra coloque meu sorriso bizarro por aqui, viu?
Sei bem o que é virundum, quem não teve seus virundums, né não?
Eu, hein, tomar uns cascudos seus. Quero não. Eu não vou parar de blogar, tá, Shi? e não vou parar de ler blogue bom feito o putitanga e outros.
Sou assim mesmo, uma "stalker" de boa leitura.

Rover disse...

Nem me fale de São José! Mais um ano, mais uma decepção. Quanto a faculdade, posso dizer q o jornalismo perdeu (no seu caso). Como não sei o q fazes e não manjo pícaras de engenharia, não saberia dizer se essa área ganhou. Mas apostaria q sim ;)

Marie Tourvel disse...

Rodrigo, querido, muita generosidade sua dizer que o jornalismo perdeu, viu? Eu, com toda certeza, pioraria a qualidade de qualquer redação. Eu sou física e engenheira mecânica, mas por uma série de circusntâncias -algumas não muito agradáveis, comecei a trabalhar com o mercado financeiro (eita, mundinho desgraçado, viu?) Se o setor ganhou com meu ingresso, não sei dizer, mas que me estressa, me estressa, viu? Adoro suas visitas por aqui, tá? Vem sempre. Beijos.

Anônimo disse...

Olá, Marie! Mesmo sem teu consentimento, entrei aqui neste mundo bonito que é o teu. Lí todas as suas crônicas, e achei muito interessante o como tú és querida. O vovô aposentado é meu amigo, e mora no bairro de Alphaville na grande São Paulo. Quando fores tomar o vinho do Porto, lembre-se de mim, pois sou uma ótima pessoa também. Receba um abraço, e se me permitir, dou-lhe um beijo respeitoso. Desculpe se fui atrevido, mas a porta estava aberta, né?!

cap.GANCHO

Marie Tourvel disse...

Olá, Capitão Gancho, tudo bom? A porta está sempre aberta, viu? Se leu o recadinho na lateral do blogue... Comentaristas educados feito você é sempre um prazer receber. E o meu vovô já virou um amigo. Você também leu todos os meus posts, que vergonha... espero que não tenha ficado cansado de meu prolixismo. Volte sempre e da próxima sirvo o vinho, está bem? Beijos, querido.

Marcelo Lopes disse...

Marie, não li a reportagem do Estadão, mas se existe desprezo pelo tipo de blog que você faz entre os próprios blogueiros, então estamos definitivamente perdidos. Parece que todo mundo agora quer ser "problogger" (que palavrão), pelo menos é o que percebo. Mas, enfim, com vento a favor ou contra, a gente continua, não é mesmo?
Abs!
Marcelo.

Marie Tourvel disse...

Puxa vida, este post somado aos comentários serão emoldurados. Marcelinho, você é um querido, viu? A gente sempre continua e você mais ainda, pois aquele Universo Tangente eu não largo, não. Adorei o "problogger", viu? Beijos

Léo e só disse...

olá Marie.

Sabe, eu fiquei pensando,e no final(que nunca o é) acho que a culpá nem é tanto dos blogueiros. Mas como?!
Acho que o problema principal foi do jornal que selecionou muitos blogueiros pró pro "din-din" e esqueceu um pouco dos "restante".
Daí deu aquilo né, a impressão que se lia o caderno de finanças e não de tecnologia. A balança pendeu, Pena! Poderia ter sido uma boa matéria.

abs

Marie Tourvel disse...

Pensando bem acho que foi isso mesmo, Leo. Mas a gente se diverte do mesmo jeito, não é? O teu dança fragmentada, para mim, é um dos melhores e não estava por lá. Eu farei essa reportagem por aqui no Letras. Já sei quem entrevistar. E você é um deles, óbvio. ;)
Beijos, querido