5/15/2008

E por falar em saudade... onde anda você (6)

Êba! Hoje eu volto com todo gás, toda breguice que norteia este blogue meio insano, meio mussarela, meio calabreza. Falarei de um gordito. Não, que Ronaldo Felômeno, o quê? E eu lá vou falar de homem feio "festa estranha com gente esquisita, eu não tô legal..."?

Onde anda você, Ângelo (aqui, no melhor estilo, tempos áureos de terninho tamanho 52) Máximo (aqui, no melhor estilo, esportivo tô c´o barrigão cheio de cerveja)? Ele começou como calouro de quem, de quem? Silvio Berlusconi Santos, claro. Chegou a gravar seu maior ídolo, Elvis, The Pelvis. O imitava nas costeletas -claro, só nas costeletas. A Primeira Namorada foi um graaaaande sucesso. O Bolinha -lembram do Bolinha que postei por aqui? o anunciava assim: "E com vocês, Ângelo Mákssimoaaaa". Que bárbaro! E, leitores, queridos, ele fez fotonovela, sabem lá o que é isso? Não? Caramba, viu? Eu estou uma velhota saudosista mesmo. Aquelas fotonovelas da Capricho -do tempo em que a Capricho não era essa coisa feita para aborrescentes descerebradas, mas para aborrescentes só meio descerebradas. Ou era a Sétimo Céu? Haveria um sexto céu? Ou um oitavo céu? Putz, nessa eu fui fundo. Desculpa aeê
Mas o ideal mesmo é ouvir a maviosa voz do Mákssimoaaaa. Pena não ter um vídeo -na verdade estou com uma baita preguiça de procurar, pois vocês teriam a oportunidade mákssimaaaa de observar o tique nervoso do gordito. Ele cantava piscando de 1 em 1 cabelésimo de segundo. Divertidíssimo. Ouçam e imaginem os olhinhos piscando "Ah, ah, ah, hoje é meu diiia...":

Angelo Máximo - Dia feliz

8 comentários:

sôdoida disse...

Putz, Marie, minha mãe adoraaaaaaaava o mocinho, ó. Eu devia gostar também, naquela época a gente era obrigada a gostar do que os pais gostavam, né? :-P Mas lembro que eu gostava de fotonovelas, ó! Gostava do - segura essa! - movimento... rs :-S Agora vou ali no iutuba, pq tu me deixou curiosííííííssima com as piscadelas do maksssimoooaaaa (putz, impossível copiar isso sem usar o ctrl C :-|). Bjo!!!

Sabesselá Quem disse...

Oi Marie... Acordada?
Essa música me traz doces lembranças... Minha babá adorava e cantava enquanto íamos para a Praça Antero de Quental... Que saudade!!!
Valeuuuuuuuuuuuu!!!

PS: babá, eu te amo!!!

Marie Tourvel disse...

Olha, Shica, o cara era daqueles que não dava pra ignorar, né? Por isso a saudade... rsrsrsrs. Quanto às fotonovelas... ai, confesso que eu mudava todos os diálogos. Eu levava as revistas na escola e eu e meu amigo "Orelha" -sim, ele chamava-se Mauro, mas o apelido era esse, sei lá eu o motivo, mudávamos todos os diálogos. Às vezes fazíamos novelinhas de terror, às vezes eróticas... Nos divertíamos muito. Tudo bobagem, mas dá uma saudade... É sempre bom ter você aqui, viu, ShicaMaria? Beijos

Marie Tourvel disse...

Olá, sabesselá quem, tudo bom com você? Tava com saudade, viu? Quer dizer que sua babá gostava, é? A minha já era do samba, viu? E daqueles sambões de escola de samba. Adorei sua visita, tá? Beijos.

PS: Babá da Marie, eu também te amo!!!

Crys disse...

... época que não tínhamos tv a cabo, e haja Bolinha, Jota Silvestre, Almoço com as estrelas, com o o xiii, esqueci o nome... pronto, la to eu viajando, num passado não tão distante... égua! não sou assim tãooooo...., vc me entende, mas o Máximo , era o máximo...rsrs. Beijos, querida!

Marie Tourvel disse...

Puxa, Crys, querida, você me fez lembrar do Almoço com as Estrelas. Programaço com Lolita e Airton Rodrigues. Acho que merece um post especial. Vou elaborar, vou elaborar... Obrigada pela visita, viu? Beijos

Alexandre, The Great disse...

Geeenteee... que é isso?
Sétimo Céu, Capricho, fotonovelas, calouros do Bolinha. É, eu lembro que as "meninas" gostavam disso, nós gostávamos dos gibis do Batman, Wolwerine, Flash Gordon e na TV Invictus (tela quase redonda em p&b) gostávamos mesmo era de Bonanza, Bat Masterson e o Homem de Virgínia.

E os "hi-fis"? A cuba-libre? Chiiii... essas estórias não terminam hoje...

Marie Tourvel disse...

Pois é, Alex, querido, reviver certas coisas é até engraçado mesmo. Fotonovelas era o fino do brega, né? Mas você viu aí em cima o que eu fazia com meu amigo "Orelha" com elas, né? Obrigada pela visita, viu? Sempre fico feliz com você por aqui. Beijos