5/25/2008

Saturday Fever

Só posso dizer que foi bom, muito bom. Meu sábado afastou todos os meus fantasmas e todas as minhas encanações. Não quer dizer que daqui a alguns dias não estarei encanada. É da minha natureza encanar. E ultimamente, bem mais que antes. Mas tudo bem. Conforme vocês leram dois posts atrás, me reuni com o Mimi e com o Cocó. Que saudades! A gente trabalhava se divertindo, sempre. Íamos para as visitas a clientes totalmente alegres, totalmente desencanados. Nas folgas -e olha que naquela época era bom porque dava pra tirar muitas por nossa conta mesmo, tínhamos uma banda que o Mimi chamava de "Bando". Nos reuníamos na casa do Mimi, que era enorme e tinha uma espécie de estúdio por lá. O Mimi é talentosíssimo. Toca gaita, sax, baixo, guitarra e campainha também. O Cocó toca batera. E do jeito que ele precisa de Gardenal, toca "a" batera. Tem mais dois que fazem parte do Bando. Vou chamá-los Dudu e Cacá bem no espírito Mimi e Cocó. O Dudu toca baixo e o Cacá é um pianista daqui ó. Eu, Penélope, toco uma guitarra muito mambembe e fazia tempo que nem pegava no instrumento (hummm -na guitarra, tá?), talvez por isso dei uns foras homéricos no começo. Depois fui pegando o jeito novamente. Tocamos para nós e só. O Mimi se casou e tem uma linda filhinha e o Cocó também, mas ainda não tem filho. O Cocó perdeu o emprego faz pouquíssimo tempo. Disse que vai dar um tempo, vai pegar a mulher e passar um mês em Londres. Claro que morri de vontade de me enfiar em sua mala, mas não dá, né? Ontem, com a viagem dos pais do Mimi, nos reunimos. Está lá o estúdio, intacto. Os instrumentos por lá e resolvemos tocar. Entre uma música e outra que tocávamos, falávamos dos rumos de nossas vidas. E, claro, relembrávamos os bons tempos. Pude concluir que Mimi e Cocó não amadureceram em nada. São os mesmos doidos. Mimi pega onda todo fim de semana, ainda. Uma espécie de Evandro Mesquita -bem mais novo, claro. O Cocó continua Gardenal. Tem até tique nervoso, mas é um doce de pessoa. Eles são daqueles tatuados, mas que durante a semana usam ternos muito bem cortados que cobrem suas sandices. E são lindos. A gente fica um tempo sem se ver, mas quando se encontra é muito bom. Quem assistiu Seinfeld sabe do que falo. Os amigos que criam um mundo particular. Não dá pra ninguém entrar. Tem muita piada interna que nem o Dudu e o Cacá entendem, ficam boiando. Colocarei por aqui algumas coisas que tocamos ontem. Foi muita bagunça. Tocamos de tudo. Revezávamos nos vocais, eu -canto mal pra caramba, Mimi e Cacá. Mas descobrimos que não perdemos a mão. Se vocês não estão com vontade de ouvir música, não faz mal, pule o que vem a seguir, mas que vale a pena, vale.

Essa primeirona, o Mimi adora:

Ed Motta - Manuel


A próxima foi só pro Mimi nos humilhar tocando sua gaita -fora que ele imita o Jagger. É de rolar de rir:

The Rolling Stones - Love Is Strong


Imaginem essa, todos cantando junto e tocando. Foi uma bagunça:

The Rolling Stones - Let´s Spend The Night Together


Dos pedras rolantes não poderia faltar essa:

The Rolling Stones - Satisfaction


Só mais uma dos pedras, vai:

The Rolling Stones - Miss You


Essa a gente se divertia cantando quando íamos os três juntos nas visitas (o nome da música é pra você, Megleen):

Gorillaz - Clint Eastwood


Tocamos isso também. Radiohead é bom, né?

Radiohead - Creep


O Cocó adora isso e não podia faltar:

Jamiroquai - Virtual Insanity


Eu não lembrava que isso é tão bom. Disse a eles que li o livro do Nelsinho Motta e indiquei. Eles mandaram que eu parasse com essa mania de ler. Mas eu não paro, né?:

TIM MAIA - AMOR SINCERO


Isso é da melhor qualidade:

Jorge Ben Jor - Mas, que nada


Outro Tim:

Tim Maia - Gostava tanto de você


Que delícia:

Jorge Ben - Chove Chuva


Como cantamos essa música mudando a letra -censurada, claro:

Jorge Ben Jor - W/Brasil


Essa eles queriam tocar no ritmo Sepultura de ser, eu barrei:

Jorge ben - umbabarauma


Isso eu adoro, vocês já sabem:

EU ME AMO - ULTRAJE A RIGOR - EU ME AMO - ULTRAJE A RIGOR


Outra dos caras que foi até nome de post aqui no Letras:

Ultraje a rigor - Inútil


Essa a gente cantava muito também. Não podia faltar:

Capital Inicial - Todas as noites


Camisa sempre foi meu preferido e a gente adora tocar:

Camisa de Vênus - Hoje


Eu tenho um vídeo com essa música maravilhoso, qualquer dia posto por aqui, se tiver coragem, óbvio:

The Clash - Should I Stay or Should I Go


Não é a melhor dos caras, eu sei, mas a gente se diverte tocando e trocando as palavras -censurado, novamente:

The Ramones - I Don't Want to Grow Up


Vocês não agüentam mais? Só mais uma que é uma espécie de hino e que tocamos com todo gás. O Mimi imita o Eddie também:

Pearl Jam - I am mine


Cansaram, não é? É música pra caramba e tocamos um amontoado de coisas mais. Ficamos por horas neste ócio improdutivo. No final prometemos nos reunir mais para fazer isso. Uma vez por mês pelo menos. Sei que é uma promessa que muito provavelmente não será cumprida. Mas não faz mal. Eu adorei.
E não adianta querer contratar o Bando para festinhas de crianças, casamentos, churrascarias e velórios que a gente não toca em público, não. É só para nossa diversão, nosso deleite.

8 comentários:

Frodo Balseiro disse...

Marie, eita fim de semana musical bom da molestia!
Não dá um cero banzo ao voltar para mais uma semana, digamos, "normal?
bjs

Marie Tourvel disse...

Se dá, Frodo. se dá, viu? Ontem mesmo já retornei para a realidade nua e crua e não ouvi coisas muito bonitas, não. Fazer o quê? Me resta tentar reencontrá-los os mais rápido possível e sair por mais algumas horas do ar. Adorei que veio por aqui. Beijos, querido

Marcelo Lopes disse...

Marie, a melhor coisa que você poderia ter feito foi este encontro, esta saída do ar, como vc bem definiu.
Eu tb tenho um grupo de amigos (com nossas piadas internas e tudo o mais... pena que apenas um toca bateria e outro, violão, e nenhum dos dois sou eu) que está se separando porque a empresa em que trabalhamos esqueceu-se da nossa existência.
Passei também para lhe desejar uma boa viagem e para que as coisas lhe sejam, na medida do possível, leves, ok?
Abraços!

Marie Tourvel disse...

É, Marcelo, querido, durou pouco minha alegria. Nem todo mundo considerou salutar essa minha saída do ar. Mas o fato é que eu gostei. Conseve estas suas amizades. É muito raro encontrar pessoas com as quais podemos rir de nossas próprias mazelas. Manda essa empresa boba e feia passear. Tentarei fazer dessa minha viagem a leveza que tanto espero. Mil beijos pra você e adorei sua visita.

Sabesselá Quem disse...

Olá Marie... Nem vou perguntar: Tudo bem?.
Depois de um dia como esse... deve estar tudo óóótimo.
Como assim? " ...foi bom, muito bom."
Marie, Marie, Marie... foi um sonho...
Adorei todas as músicas... obrigada por compartilhar esse dia tão especial.
Agora... fiquei curiosa... Toma coragem e mostra o vídeo do "The Clash", por favor!!
Beijos.
:)

Marie Tourvel disse...

Olá, sabesselá. Gostou? Foi bom mesmo. A gente se divertiu, viu? Tá bom, foi um sonho mesmo... Eu vou colocar esse vídeo. sei que vão adorar. Na realidade é trilha sonora de um véideo muito bom... Aguardemmmm. Beijos

Jana disse...

Eita, que dá pra ficar no blog por horas... Beijo!

Marie Tourvel disse...

Bom paca, né, Jana? O mais gostoso foi tocar tudo isso e mais um pouco. Rateei muito no começo, mas depois fui pegando o jeito. Os meninos são uns lindos, viu? Beijos, querida.