7/01/2008

Philippe que é massa

Hoje, eu tinha tudo pra ficar triste, cabisbaixa. Afinal, dois anos sem papai, dois anos sem a presença do meu querido, do meu norte. E, afinal, também, uma perda nesta madrugada. Mas esta última, uma perda de um "eu" tolo, mas que era meu e eu achava que ninguém me tascaria. Mas tascou. De forma vil e abjeta.
Só que não estou triste. Hoje é aniversário do meu querido Philippe do sedivagar -um blogue de primeira. Um garoto inteligente e maravilhoso. Esse é meu presente pra você, querido:

Duke Ellington & John Coltrane - The Feeling of Jazz


Espero que goste, Philippe, querido. Parabéns!

10 comentários:

Philippe disse...

E aí querida Marie! Muito obrigado pelo presente, gostei muito viu? Não faz muito tempo que nos conhecemos (neste mundo maluco de blogues, antes mesmo de ter o meu eu já lia o Letras, e nos cruzávamos por aí), mas é como se fosse uma velha amiga (de verdade)! Um grande beijo! E assim que for pra SP, faço uma festinha! hehehe.

Marie Tourvel disse...

Parece que nos conhecemos há tanto tempo, né, Philippe? Saiba que andei encontrando muita gente ruim por aqui e ainda bem estou conseguindo separar o joio do trigo. Você, querido, é uma jóia nesse mundinho internético. Parabéns, viu? E espero a festinha aqui em são Paulo. Beijos

sôdoida disse...

Marie, queridona, a saudade que fica é dolorida, né? Sei bem como é, meu pai era um companheiraço, um dos poucos homens que conheci nesta vida que me entendia... rs. Quanto à outra perda, relaxa, vc não perdeu nada, o perdido é que te perdeu... tendeu, né? rs :-S. Agora vou lá no phillipe deixar um xêro no cangote, tá? Bjo, manazinha!!

Marie Tourvel disse...

Sim, querida ShicaMaria, tenho uma imensa saudade do velho italianão. Gostei, viu? O perdido é que me perdeu. Vai no Philippe, sim. Ele é uma graça. Beijos, querida.

Rover disse...

Quando vi o título com a imagem do mp3 tube, achei que fosse Philip Glass, haha...

Tiraste o banner? Sacanagem. Teve gente que levou a sério mesmo?

Mais um vídeo dos Trapalhões e eu corro pra baixar tudo pelo Rapidshare! Não faça isso comigo...

E um Coltrane, que nóis num é bobo. Beijo.

Marie Tourvel disse...

Philip Glass? hahahaha
Tive que tirar o banner. Fui ameaçada, acredita? Horroroso mesmo. Mas estou preparando outra coisa para o "censurado" com o mesmo Rubens de Falco. Uma grande amiga está fazendo. ;)
Eu também adoro esses Trapalhões das antigas.
Viva Coltrane!!!
Beijos, querido.

Shi disse...

Menina, agora é que reparei no agepê ali do lado - então ele tbm foi o teu "primeiro", foi? Comigo ele foi suuuuuuuuuuper carinhoso... rs.
Bjo, manazinha!

Marie Tourvel disse...

Olha, ShicaMaria, eu fiz de conta que ele foi o primeiro. Embora o Wando pensasse que foi o primeiro, não foi, daí aquela linda música que ele fez: "Moça, sei que já não és pura..." Mas o primeirão, não conto, não... Beijos, querida.

Lelê Carabina disse...

Olá Marie! Se há saudade é porque foi bom, porque houve amor... (a gente cai um pouco em clichês quando não sabe bem o que dizer num momento) :) um beijo.

Marie Tourvel disse...

Lelê, querida, foi bom mesmo e houve muito amor. Clichê, nada. É a pura verdade. Muitos beijos.