2/06/2009

"Événements m’ennuient"

Sim, caríssimos, o titulo do post é verdadeiro. Concordo com Paul Valéry, mas quando ouço bobagens "alguma coisa acontece no meu coração, e não é quando cruzo... (Caê não, por favor.)

Então, a Dona Estela PACderme anunciou o investimento de zilhões. Porque eles são assim, phodões mesmo. São tantos zilhões pra isso, tantos zilhões pra aquilo... Mas vem cá, pro metrô de São Paulo vai se utilizar da "rubrica" PAC mesmo, Dona PACderme botocada? Estranho. São 1,9 bilhão para o metrô. Sei. Mas é PAC isso? Tem certeza? Que eu saiba 1,6 bilhão contraídos em empréstimo junto ao BNDES já vem desde antes do governo Covas, né? O restante, 300 milhões, que eu saiba, é um dinheiro que o governo estadual paulista enviou a mais ao governo federal e tinha de ser ressarcido de qualquer forma. Isso também vai na "rubrica" PAC? Fora os investimentos com dinheiro para obras gerais da estatal PTrobrás. Seria usado de qualquer jeito, não é? E também vai na "rubrica" PAC? Esse negócio de rubrica é a galinha dos ovos de ouro. Disso eu entendo um pouquinho. Só que na área da cuRtura (que nojo!) É assim: uma festança com o dinheiro público. Aí não tinha mais rubrica para alguma coisa. Jogava-se em outro lugar e tudo certo. E quando se tem amizades no Ministério da CuRtura, então... dá pra dar um jeitinho em tudo.
Bem, mas voltemos ao PAC da Dona PACderme. A noiva do Chucky anunciou os velhos novos investimentos, "heloooou! 2010 tamos aí!" O velho findicalifta e a velha guerrilheira querem se garantir em 2010 e para isso usam manobras canalhas. Tudo bem, já estamos acostumados com isso por aqui. O que ainda me deixa extremamente chocada é a inércia da grande imprensa. Eles falam dos zilhões que serão investidos com o PAC, mas não contam os bastidores. E se contam, é com uma notinha no rodapé. Nunca manchete de primeira página. Sei que a primeira página de um jornal é o equivalente à superficialidade. Entendo. Mas é a vitrine. Que tal uma manchete: "Investimentos anunciados por governo não deveria ser considerado PAC". (Sou péssima para títulos, mas vocês entenderam o que eu quis dizer, não é?)

8 comentários:

joao carlos disse...

Legal! Parece um Daniel Piza de saias. Só que, além da torre babélica de Piza, é também bélica e bárbara. Quiça bela...

Marie Tourvel disse...

Daniel Piza de saias? hahahahaha
Espero não dizer algum dia por aqui, feito o querido Daniel Piza, que Jesus Cristo foi enforcado. :))))
João Carlos, querido, é sempre um prazer receber visitante novo. Obrigada pela visita e pelos adjetivos.
Um grande beijo, Marie

Luis Santos disse...

Aloha Marie!
Assinaturas ou rubricas...
Desde quando "urbanização de favelas" representa "aceleração de crescimento" que não seja das próprias favelas (lembre, desde já prevista, tolerada e autorizada!)??
Se o princípio já está errado...
Portos, ferrovias, rodovias podem ser "PAC" mas infraestrutura urbana, em grandes centros, já congestionados e "superpopulados"?!!?!
Precisa tirar gente das capitais, espalhar a "civilização" por outros centros.
Estou lendo Galbraith (com fundo musical de Amy!) e o estômago reage às notícias dos noticiários....
Abraço apertado, rumo a Fiji e...
Aloha!

Marie Tourvel disse...

Luís, querido, é descarada a propaganda deste desgoverno, né? Realmente os acontecimentos me entediam, mas tem uma hora que não dá pra se calar. E li hoje no blogue do Sardemberg sobre a história do metrô. Ele explica com maior didática o assunto. Imagino que seu estômago deva estar meio confuso. :)))

Rumo a Fiji!

Beijos e Aloha!

Marcelo Lopes disse...

Uau. Fiquei um bom tempo sem comentar aqui, hein?...
Marie, lendo por acaso o blog do Sérgio Rodrigues, vi que o Globo noticiou a maquiagem do PAC: http://colunistas.ig.com.br/sergiorodrigues/2009/02/07/maquiagem/
Acho que eles vão ter que te dar crédito...

Abs!
Marcelo.

Marie Tourvel disse...

Cê vê, Marcelo, querido? Os caras me ouviram e resolveram colocar na capa. Pena que nos jornais daqui de São Paulo os simpáticos redatores da primeira página resolveram anunciar só os "zilhões" de investimentos. Não sei nem se saiu em nota de rodapé. Afinal, como disse no título deste post, os acontecimentos me entediam.
Tão bom recebê-lo por aqui, Marcelo. Eu estava morrendo de saudades. E não esqueci dos posts sobre os melhores filmes. Trabalharei em cima disso em breve.
Vem mais, tá?

Beijos

Jana disse...

Muito boa a análise, flor. Voltou com tudo. Beijo. ;)

Marie Tourvel disse...

Só uma pessoa generosa feito a minha querida amiga Jana diria isso sobre meu post, né? Uma análise, eu diria, capenga, mas absolutamente verdadeira. :)

Fico muito feliz em recebê-la por aqui, você sabe, né?

Um grande beijo.